segunda-feira, fevereiro 21, 2011

Porco-espinho

A pratiqueira frita do almoço estava ótima mas, tão boa quanto ela, foi a conversa acerca de situações inusitadas com animais, como o caso do jacaré que foi morto por um poraquê, do gato que afugentou dois outros jacarés (ou crocodilos). Pois bem conversa vai, conversa vem e, Israel Antonio Siqueira Pegado nos presenteia com o causo de uma pitbull que abocanhou um porco-espinho e, de imediato, a dúvida: Quem seria o predador dos porcos-espinho?


Como sempre, solicitei a ajuda do santo padroeiro dos internautas: São Google. E, segundo a Wikipédia (2011):

"Em Portugal, designa-se por ouriço-caixeiro o Erinaceus europaeus, um mamífero insectívoro da família Erinaceidae, também denominado ouriço-terrestre. No Brasil, ouriço-caixeiro (Coendou prehensilis) é um porco-espinho arborícola, solitário, notívago e frugívoro, encontrado em florestas tropicais do México até na América do Sul.

O Coendou prehensilis é um pequeno mamífero de 18 a 20 cm de comprimento e cerca de 1 kg de peso máximo, seu corpo é coberto por espinhos curtos e pontiagudos em cor esbranquiçada ou amarelada, misturada com o pelo mais escuro. Esse animal tem hábitos arborícolas e transita com frequência pelas bordas das matas de galeria, onde pode entrar em contato com animais domésticos e pessoas, ele são animais noturnos, mas que no final do dia já começam a ficar bastante ativos. À noite saem para procurar presas, tendo que seu olfato e audição são bastantes aguçados, eles também são animais solitários e territoriais, só se encontram nos meses de abril e agosto para se reproduzirem. Cada ninhada é composta de quatro a sete filhotes, que nascem em um ninho construído com folhas secas. Com três meses de idade, eles podem deixar o ninho. São animais que em condições ideais podem viver até sete anos."


Mas a pergunta continua sem resposta: Qual é o predador natural do porco-espinho??? Todos os artigos/textos falam que ele é "ótimo na proteção contra predadores", mas nenhum fala quais são, creio que ninguém se alimente dessa coisa.

Acho que ele não tem, ou devem ser diglets, ou dugtrios. Alguém no National Geographic deve saber...


Este post foi escrito sem o uso de gerúndios.

3 comentários:

Magno Brito e Silva disse...

Nada a ver essa postagem...

Diana Nobre disse...

concordo! fato. e só p não perder o costume...alguém lhe perguntou algo sobre isso? (pronto falei :X :X :X) hehehe
ps. não vale xingar a leitora do blog

Anônimo disse...

Não é um pit bull...

É um English Bull Terrier, que por sinal, deve não ter sentido muita dor e para continuar com o ataque.

E até hoje eu não qual é o predador deste porco.